Materiais e serviços da construção civil ficam mais baratos

Materiais e serviços da construção civil ficam mais baratos

Os serviços e materiais usados na construção civil ficaram mais baratos em maio, dentro do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10), divulgado na manhã desta terça-feira, 16, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-10) registrou um recuo de 0,02% no mês, após já ter verificado uma queda da mesma magnitude em abril (-0,2%). O IGP-10 recuou 1,10% em maio, após a queda de 0,76% em abril.

O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou recuo de 0,06% em maio, após redução de 0,04% no mês anterior. O índice que representa o custo da Mão de Obra teve alta de 0,02% em maio, depois de ter registrado estabilidade em abril (0,0%).

Em maio, os itens com avanços de preços mais significativos foram tijolo e telha de cerâmica (0,69%), ferragens para esquadria (1,10%), argamassa (0,64%), portas e janelas de madeira (1,52%) e vale transporte (0,56%).

Na direção oposta, ajudaram a conter o índice as reduções em vergalhões e arames de aço ao carbono (-1,38%), cimento Portland comum (-1,39%), projetos (-0,31%), condutores elétricos (-1,03%) e massa de concreto (-0,37%).

Fonte: Estadão Conteúdo