Confiança da construção sobe, diz FGV

Confiança da construção sobe, diz FGV

A confiança da construção brasileira registrou leve alta em junho com melhora discreta tanto da avaliação atual quanto das perspectivas no curto prazo, mostrando que o aumento das incertezas pelo cenário político conturbado ainda não atingiu o setor com força mas provoca pessimismo.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta terça-feira (27) que o Índice de Confiança da Construção (ICST) do Brasil teve neste mês alta de 0,2 ponto e foi a 74,2 pontos, após recuar com força no mês anterior e voltando ao nível de setembro de 2016
"A pequena alta do ICST em junho sugere que o efeito percebido do aumento da incerteza após 17 de maio sobre os negócios não foi expressivo", destacou a coordenadora de projetos da construção da FGV/IBRE, Ana Maria Castelo.

No ICST, o Índice de Expectativas (IE-CST) subiu 0,2 ponto, para 84,8 pontos, com melhora do otimismo com a situação dos negócios nos próximos seis meses.
O Índice da Situação Atual (ISA-CST) também avançou 0,2 ponto, a 63,9 pontos, devido à melhora do indicador que mede a situação dos negócios correntes.

Fonte: FGV adaptado.