"Brasil será o primeiro país com energia 100% renovável do mundo”, diz Marco Krapels

Executivo deixou um cargo de confiança ao lado de Elon Musk, na Tesla, para abrir uma empresa de baterias móveis no Brasil

“Eu não teria deixado a Califórnia se não acreditasse no potencial do mercado brasileiro”, diz Marco Krapels. O ex-executivo da Tesla – ele ocupava o posto de vice-diretor de Expansão de Energia Solar da companhia – não mede palavras para falar sobre os temas que o movem: energias renováveis, baterias móveis, mundo sustentável. “Eu acredito que, no futuro, cada casa, cada prédio, cada estabelecimento comercial terá uma bateria capaz de armazenar energia renovável. E nunca mais usaremos combustíveis fósseis”, diz Krapels

O executivo de origem holandesa começou sua carreira trabalhando em bancos como o Rabobank, onde abriu uma linha de crédito para negócios que utilizavam energia solar. Seu primeiro cliente foi a Solar City, empresa fundada por Lyndon Rive, primo de Elon Musk: em 2010, o banco financiou a primeira rodovia elétrica movida à energia solar, entre São Francisco e Los Angeles. “Foi um projeto que realmente me conectou com a Tesla e a Solar City”, diz Krapels. Cinco anos depois, foi convidado para fazer parte do time executivo da Solar City.

Em 2017, passou a comandar a área de expansão de energia solar da companhia de Elon Musk. “Nessa posição, visitei vários países, fiz muitas análises. E decidi que o Brasil era um dos países com maior potencial para o armazenamento de energias sustentáveis. Era algo que eu queria fazer na Tesla, mas a empresa não estava pronta, porque estava muito focada nos carros. Então decidi sair e vir para cá.”

A Micropower-Comerc, com sede em São Paulo, foi fundada em 2018. Um dos primeiros investidores foi Lyndon Rive, primo de Elon. Depois, Krapels se associou à brasileira Comerc Energia. Por fim, Julião Coelho, antigo diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), também investiu. Juntos, deram início à companhia.

Fonte: Época Negócios